SOBRE AMP

O QUE É O ESTUDO AMP?

AMP significa Prevenção mediada por anticorpos. Esta é a ideia de administrar anticorpos às pessoas para avaliar se estes as protegem contra a infecção por HIV.

O estudo AMP é uma nova ideia para a prevenção do HIV que está relacionado com o que tem sido feito na investigação da vacina contra o HIV. Nos estudos tradicionais de vacinas contra o HIV, é administrada uma vacina às pessoas e os investigadores aguardam para verificar se os seus organismos produzem em resposta anticorpos contra o HIV. Neste estudo, vamos passar esse passo e administrar directamente os anticorpos às pessoas. Iremos fazê-lo através de uma perfusão intravenosa, habitualmente designada uma perfusão “IV”. Este é o primeiro estudo que irá avaliar se os anticorpos podem prevenir as infecções por HIV nas pessoas.

O QUE É ESTE ANTICORPO? 

Os anticorpos são proteínas naturais no organismo que combatem as doenças. São capazes de se ligar ao exterior das bactérias e vírus, impedindo-os de causar uma infecção. A isto dá-se o nome de “neutralização”. Pode pensar nos anticorpos como os soldados do organismo, que trabalham para proteger as pessoas de infecções. Este anticorpo, denominado VRC01, é um anticorpo neutralizante de largo espectro do HIV. Estudos em laboratório demonstraram que os anticorpos neutralizantes de largo espectro como o VRC01 conseguem prevenir a infecção por diferentes estirpes do HIV em vários locais do mundo. Fazem isto ligando-se aos locais no vírus que utilizam para se ligarem a células saudáveis, bloqueando uma infecção. O Estudo AMP irá ajudar-nos a saber se o anticorpo VRC01 irá prevenir a infecção por HIV nas pessoas.

VRC01 / HIV Virus Attachment from HIV Vaccine Trials Network on Vimeo.

Mais informações sobre a perfusão IV. 

A perfusão IV começa com um saco contendo solução salina normal, o mesmo tipo de água salgada que pode ser administrada a pessoas desidratadas. O anticorpo VRC01 é adicionado à solução salina por um farmacêutico. A quantidade de anticorpo adicionada tem por base o peso do participante no estudo, pelo que as pessoas com maior peso irão receber mais anticorpo. Serão testadas duas doses de anticorpo para se verificar se pode resultar na prevenção de infecções por HIV: uma dose de 10 mg/kg e uma dose de 30 mg/kg. Algumas pessoas irão receber um placebo, que é apenas a solução salina normal sem anticorpo adicionado. A perfusão IV é administrada ao participante no estudo por um período entre 30 e 60 minutos. Para tal, é utilizada uma agulha estéril onde é inserido um pequeno tubo de plástico numa veia do braço do participante. É pendurado um saco com líquido num suporte para IV e ligado a uma bomba, que controla a taxa a que o conteúdo do saco flui através do tubo para o braço do participante.

Quem vai realizar o estudo?

O estudo está a ser conduzido por duas organizações, a Rede de Ensaios Clínicos da Vacina contra o HIV e a Rede de Ensaios Clínicos de Prevenção do HIV. As duas organizações e todos os médicos participantes no estudo trabalham em colaboração com os intervenientes da comunidade para assegurar que esta investigação é aceitável para a comunidade local e que respeita as culturas locais.